dança-tocante-2

Na atual sociedade, em geral, o casamento segue as seguintes etapas: pessoas se conhecem, se interessam um pelo outro, saem juntos, começam a namorar, ficam noivos e se casam. O desejo de se estabilizar financeiramente antes do casamento pode fazer com que o período entre se conhecer e se casar dure vários anos. Existem casos de casamentos mais rápidos, mas nenhum deles é tão rápido quanto era no Canadá, em que as pessoas começavam a dançar e, quando a dança terminasse, estariam casadas. Vamos entender melhor esta maluquice:

O tal casamento relâmpago era parte de um ritual chamado “Dança Tocante”, e acontecia onde hoje é a Colúmbia Britânica, no Canadá. Várias pessoas dançavam, e as moças solteiras usavam uma faixa. Os rapazes que se interessassem por alguma das moças se aproximava e segurava a faixa. Se a moça não agradasse do rapaz poderia retirar a faixa da mão dele, porém, quando a dança terminasse, aqueles que ainda estivessem segurando a faixa passariam a ser considerados marido e mulher.

Nada de passeio no parque, nada de jantar, nada de pedido de casamento. Também não era necessário escolher vestido de noiva, igreja, cerimonial. As pessoas simplesmente começavam uma dança solteiras e terminavam casadas sem sequer ter namorado nesse período.

O ritual acontecia onde atualmente é a Colúmbia Britânica, província canadense que possui hoje mais de 4 milhões de habitantes onde está localizada a cidade de Vancouver. Este ritual era executado pelos nativos da região.

Será que os casamentos começados assim duravam muito tempo? Ou será que batia um arrependimento depois?